×

Ditadura de Ortega confisca casas de opositores na Nicarágua

Ditadura de Ortega confisca casas de opositores na Nicarágua

Encontre matérias e conteúdos da Gazeta do Povo
O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.
A ditadura da Nicarágua, liderada por Daniel Ortega, retornou com uma prática política muito usada durante a década de 1980 no país: a de confiscar bens de opositores e dissidentes do exílio.
Segundo reportagem do jornal americano The New York Times, funcionários do governo começaram uma série de arrombamentos a residências em Manágua, “transferindo” a posse dos imóveis ao Estado.
Isso se deu após críticos da ditadura sandinista serem perseguidos por Ortega e seus apoiadores, que tiraram a nacionalidade nicaraguense de diversos ativistas e opositores políticos declarados “traidores”, com casos de políticos e padres que precisaram deixar o país ou foram presos.
Com isso, esses cidadãos perderam o direito à propriedade e à cidadania. Ao todo, mais de 300 pessoas foram acusadas de traição e perderam seus bens no país.
Na semana passada, a ditadura sandinista confiscou uma escola particular fundada pela Universidade Harvard há 60 anos. A Igreja Católica também está na mira de Ortega, que deu ordens de prisão a religiosos e também confiscou igrejas sediadas na Nicarágua.
O governo já afirmou em diversos momentos que considera todos os que são contrários à ditadura terroristas.
O próprio ditador Ortega reside em um imóvel com seis dormitórios em Manágua, de quase um quarteirão, confiscado de um adversário político. Um dos casos mais recentes de confisco foi de dois ex-ministros das Relações Exteriores, que tiveram suas casas invadidas pelo Estado.
Máximo de 700 caracteres [0]
Apenas assinantes podem salvar para ler depois
Saiba mais em Minha Gazeta
Você salvou o conteúdo para ler depois
As notícias salvas ficam em Minha Gazeta na seção Conteúdos salvos. Leia quando quiser.
Encontre matérias e conteúdos da Gazeta do Povo
Carregando notificações
Aguarde…
Os recursos em Minha Gazeta são exclusivos para assinantes
Saiba mais sobre Minha Gazeta »

source
Fonte: Gazeta do Povo

Publicar comentário