×

70% dos hospitais venezuelanos sofrem com a falta de água potável, diz ONG

70% dos hospitais venezuelanos sofrem com a falta de água potável, diz ONG

Encontre matérias e conteúdos da Gazeta do Povo
O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.
Uma pesquisa realizada pela ONG Médicos pela Saúde divulgada na terça-feira (3) revelou que 70% dos hospitais na Venezuela enfrentam sérias falhas no fornecimento de água potável.
A falta desse serviço essencial “compromete a higiene hospitalar e limita significativamente a capacidade de atendimento médico, afetando tratamentos e procedimentos essenciais”, disse a ONG em nota divulgada à imprensa.
A pesquisa, cujo o nome é Encuesta Nacional de Hospitales (ENH), também aponta que 54% dos centros de saúde da Venezuela relataram falhas no fornecimento de energia elétrica, com algumas dessas falhas ocorrendo até três vezes por semana.
A organização destacou o perigo representado por essas falhas elétricas, especialmente para pacientes que dependem da assistência respiratória e que estão tendo que passar por algum procedimento cirúrgico.
A organização Médicos pela Saúde enfatiza na pesquisa a necessidade do pleno funcionamento dos sistemas elétricos em áreas críticas, tais como as de terapia intensiva, emergência e salas de operações. A ONG diz que as autoridades devem assegurar a continuidade dos serviços mesmo em situações de falha no fornecimento de energia.
Além dos problemas com água e energia, os hospitais venezuelanos ainda tem que lidar com a escassez de materiais médicos, que atingiu cerca de 74% dos centros de operações do sistema público de saúde venezuelano, conforme indicado pela pesquisa.
Máximo de 700 caracteres [0]
Apenas assinantes podem salvar para ler depois
Saiba mais em Minha Gazeta
Você salvou o conteúdo para ler depois
As notícias salvas ficam em Minha Gazeta na seção Conteúdos salvos. Leia quando quiser.
Encontre matérias e conteúdos da Gazeta do Povo
Carregando notificações
Aguarde…
Os recursos em Minha Gazeta são exclusivos para assinantes
Saiba mais sobre Minha Gazeta »

source
Fonte: Gazeta do Povo

Publicar comentário