×

Como o dólar influenciou o milho na B3?

Como o dólar influenciou o milho na B3?

Ou entre pelo seu:

Facebook ou Google

A Bolsa de mercadorias de São Paulo cedeu à pressão do dólar, que tem dia de queda para o milho nesta terça-feira, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “As altas que se estabeleceram na moeda americana na semana passada tiveram um tom diferente a partir desta semana, devido ao encerramento do ciclo de aumento dos juros nos EUA”, comenta.

“A expectativa de o Federal Reserve ter encerrado o ciclo de alta de juros na sua última reunião de política monetária, em março, contribui para as recentes quedas. A pressão também se apresentou do lado internacional, onde no dia de hoje a Bolsa de Chicago apresentou baixas de até 2,75 pontos nos principais vencimentos. Diante deste quadro,
as cotações futuras fecharam em baixa: o vencimento de novembro/23 foi de R$ 60,49, baixa de R$ -0,73 no dia, alta de R$ 0,72 na semana; janeiro/24 fechou a R$ 64,52, baixa de R$ -0,82 no dia, alta de R$ 0,77 na semana; o vencimento março/24 fechou a R$ 68,41, baixa de R$ -1,02 no dia e alta de R$ 1,12 na semana”, completa.

Na bolsa de Chicago o milho fechou em baixa com avanço da colheita nos EUA e fraca demanda. “A cotação para dezembro23, a principal data negociada nos EUA, fechou em baixa de -0,56 % ou $ -2,75 cents/bushel a $ 485,50. A cotação de março24, referência para a nossa safra de verão, fechou em baixa de -0,50 % ou $ -2,50 cents/bushel a $ 501,25”, indica.

“O avanço da colheita e a expectativa de uma safra robusta nos EUA pesaram sobre os contratos. Segundo analistas ouvidos pelo Wall Street Journal, USDA deverá reduzir na quinta-feira sua estimativa de produção e produtividade no país. Alguns analistas, porém, acreditam que o relatório poderá trazer estimativas maiores de produção e rendimento, disse Steve Freed, da ADM Investor Services”, conclui.

Estimado usuário.
Preencha o formulário abaixo para remeter a página.
O Portal do Conteúdo Agropecuário.

Aguarde….


Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.

source
Fonte: Agrolink

Publicar comentário