×

Como está a colheita de milho dos EUA?

Como está a colheita de milho dos EUA?

Ou entre pelo seu:

Facebook ou Google

A colheita continua em grande parte do Centro-Oeste, e apenas algumas chuvas no norte do Cinturão do milho irão desacelerar as coisas durante o resto da semana, de acordo com uma previsão do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Sessenta e dois por cento da soja dos EUA foram colhidas no início da semana, acima dos 43% da semana anterior, informou a agência em relatório. Isso está bem acima da média dos últimos cinco anos de 52%.

Cerca de 52% da colheita estava em boas ou excelentes condições no domingo, um aumento de um ponto percentual em relação à semana anterior. A coleta de milho foi concluída em 45%, acima dos 34% de sete dias antes e um pouco acima dos 42% normais para esta época do ano, disse o governo. Cinquenta e três por cento da colheita estava em condições boas ou excelentes, inalteradas semana após semana.

As chuvas ocorrerão até o final da semana em partes do alto Centro-Oeste, disse ontem o Conselho de Perspectiva Agrícola Mundial do USDA em um relatório. As chuvas se espalharão a leste do rio Mississippi no final da semana, disse a agência. Esse poderá ser o único local onde a colheita será interrompida. “Além das chuvas frontais no Centro-Oeste e no Leste, a precipitação será escassa”, disse o USDA. “Na verdade, nenhuma chuva deveria cair da Califórnia para as planícies central e sul”.

Ventos fortes são esperados em partes de Dakota do Sul hoje, com rajadas de até 72 quilômetros por hora, de acordo com o Serviço Meteorológico Nacional. Os ventos de noroeste nas partes centrais do estado estão previstos entre 25 e 35 milhas por hora, disse o NWS em um relatório esta manhã.

Estimado usuário.
Preencha o formulário abaixo para remeter a página.
O Portal do Conteúdo Agropecuário.

Aguarde….


Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.

source
Fonte: Agrolink

Publicar comentário