×

Como combater a leishmaniose em cães?

Como combater a leishmaniose em cães?

Ou entre pelo seu:

Facebook ou Google

O uso de coleiras com funcionalidades repelentes e inseticidas tem se destacado como a abordagem mais indicada por especialistas na prevenção da leishmaniose visceral, uma doença que afeta cães em todas as regiões do Brasil. A relevância dessa enfermidade é acentuada pelo fato de ser uma zoonose de notificação obrigatória ao Ministério da Saúde, e nos últimos 10 anos, foram registrados 31.585 casos em humanos, resultando em 2.404 mortes.

Clique para seguir o canal do Agrolink no WhatsApp
“A utilização de coleiras com efeito repelente e inseticida contra o mosquito-palha, o principal vetor do protozoário Leishmania e causador da doença, é uma excelente forma de prevenção da leishmaniose visceral, pois reduz a possibilidade de transmissão por meio de princípios ativos altamente eficazes e seguros”, informa o médico-veterinário Jaime Dias, gerente técnico e de marketing de animais da companhia da Vetoquinol.

É crucial salientar que, para cada caso em humanos, há pelo menos 200 cães infectados, intensificando a transmissão da doença, uma vez que o mosquito transmissor pica ambas as espécies, transportando o protozoário de um para o outro. Portanto, a utilização de coleiras dotadas de alta tecnologia é essencial para uma ação repelente segura e eficaz.

Diante desse cenário, especialistas enfatizam a importância de adotar medidas preventivas, e as coleiras repelentes e inseticidas surgem como uma ferramenta efetiva para proteger os cães contra a leishmaniose visceral. A alta incidência da doença destaca a necessidade de ações proativas na saúde pública e na proteção dos animais de estimação, visando a mitigação do impacto da leishmaniose visceral tanto em humanos quanto em seus companheiros caninos.

Estimado usuário.
Preencha o formulário abaixo para remeter a página.
O Portal do Conteúdo Agropecuário.

Aguarde….


Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.

source
Fonte: Agrolink

Publicar comentário