×

Milho exportação tem prêmios estáveis

Milho exportação tem prêmios estáveis

Ou entre pelo seu:

Facebook ou Google

No mercado brasileiro de milho para exportação os prêmios estão praticamente estáveis com pouca comercialização interna, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Os prêmios mantiveram em $ 84 para os embarques de novembro, subiram $ 1 cents/bushel para $ 90 em dezembro, mantiveram em $ 60 para julho/24, em $ 60 para agosto/24 e permaneceram a $ 60 para setembro/24”, comenta.

“A pequena alta do dólar de 0,16%, foi menos do que a queda de 0,83% em Chicago, não permitindo que as ofertas das Tradings evoluíssem até os níveis desejados pelos vendedores. Apesar disso, em alguns estados específicos, em que a demanda para o mercado interno é pequena, houve alguns negócios para exportação”, completa.

Preços de exportação inalterados no Paraguai, mas queda no mercado interno foi registrada. “Uma pequena queda no preço no mercado interno, que se reflete na queda dos preços. Na FAS Assunção o milho ficou nos níveis de 170,00 U$D/MT, caindo alguns dólares em relação ao dia anterior, o mesmo que vimos acontecer com o mercado interno, ajustando ligeiramente suas ideias. Em qualquer caso, foram reportados negócios locais específicos”, indica.

“Os preços aproximados do milho argentino FOB fecharam ao redor de US$ 215 para novembro, U$ 215 para dezembro e US$ 220 para janeiro. Os preços flat do milho caíram para US$ 224 FOB nos EUA, caíram para US$ 244 FOB Up River (oficial), na Argentina, caíram para US$ 222 FOB em Santos, no Brasil, estão em US$ 222 FOB na França, estão em US$ 210 FOB na Romênia, estão em US$ 205 na Rússia e US$ 160 na Ucrânia”, conclui.

Estimado usuário.
Preencha o formulário abaixo para remeter a página.
O Portal do Conteúdo Agropecuário.

Aguarde….


Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.

source
Fonte: Agrolink

Publicar comentário