×

Exército de Israel aumenta para 239 contagem de sequestrados pelos terroristas do Hamas

Exército de Israel aumenta para 239 contagem de sequestrados pelos terroristas do Hamas

Encontre matérias e conteúdos da Gazeta do Povo
O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.
O Exército de Israel elevou neste domingo (29) para 239 o número de pessoas sequestradas para a Faixa de Gaza pelo grupo terrorista palestino Hamas após os ataques do último dia 7 de outubro contra o território israelense, nos quais morreram mais de 1,4 mil pessoas.
Em entrevista coletiva, o porta-voz militar israelense, Daniel Hagari, afirmou que são “239 sequestrados, entre eles civis que são trabalhadores estrangeiros, cuja identidade é difícil de precisar, assim como a comunicação com as famílias”.
O último número de reféns fornecido por Israel havia sido 230, informou o Exército no sábado (28).
“Continuamos os nossos esforços para coletar e atualizar informações. O número de pessoas desaparecidas continua diminuindo e agora é de 14, cujo paradeiro é desconhecido neste momento”, explicou Hagari.
Sobre a situação da guerra na Faixa de Gaza, Hagari reiterou o apelo à população do norte do enclave e da Cidade de Gaza para que se desloque para sul, a fim de evitar os danos causados pelos confrontos entre as tropas israelenses e os terroristas do Hamas, assim como pelos bombardeios aéreos.
“Este é um pedido urgente e ressaltamos que ao sul do rio Gaza existem as condições que permitem que essas pessoas consigam medicamentos, alimentos e água até o sul”, garantiu Hagari.
Máximo de 700 caracteres [0]
Apenas assinantes podem salvar para ler depois
Saiba mais em Minha Gazeta
Você salvou o conteúdo para ler depois
As notícias salvas ficam em Minha Gazeta na seção Conteúdos salvos. Leia quando quiser.
Encontre matérias e conteúdos da Gazeta do Povo
Carregando notificações
Aguarde…
Os recursos em Minha Gazeta são exclusivos para assinantes
Saiba mais sobre Minha Gazeta »

source
Fonte: Gazeta do Povo

Publicar comentário