×

Brasil e Índia reforçam laços comerciais na exportação de óleo de soja

Brasil e Índia reforçam laços comerciais na exportação de óleo de soja

Ou entre pelo seu:

Facebook ou Google

O Brasil consolidou sua posição como um dos principais fornecedores de óleo de soja para a Índia, com responsabilidade por quase 40% das importações indianas desse produto. A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) e a Solvent Extractor’s Association of India (SEA) assinaram um memorando de entendimento que visa fortalecer as relações comerciais entre as duas nações e facilitar o fornecimento de produtos da cadeia de soja para o mercado asiático.

A assinatura desse acordo significativo ocorreu durante o Seminário Internacional – Perspectivas e o Futuro da Índia e Brasil, realizado em Nova Délhi. O ministro da Agricultura do Brasil, Carlos Fávaro, marcou presença no evento. A SEA, maior organização indiana dedicada ao óleo vegetal, conta com mais de 700 associados e tem como foco o desenvolvimento do setor no país.
André Nassar, presidente da Abiove, expressou a importância desse acordo, afirmando: "A Índia é um mercado muito importante para os produtos brasileiros, e enxergamos um grande potencial a ser fortalecido. Na última década, o comércio de óleo de soja entre os dois países cresceu consideravelmente, e esperamos continuar a contribuir para o desenvolvimento deste setor com a troca de experiências e uma proximidade cada vez maior entre as entidades dos dois países." Nassar assinou o memorando juntamente com Ajay Jhunjhunwala, presidente da SEA.

O documento estabelece uma série de compromissos para aprofundar a cooperação entre as duas nações. Isso inclui reuniões periódicas entre importadores indianos e exportadores brasileiros, troca de informações sobre produção, capacidade e oportunidades, visitas, workshops e conferências para fortalecer as relações, além da cooperação com grãos, óleo e farelo de soja e outras oleaginosas para agregar valor aos produtos. O memorando também prevê a criação de uma plataforma institucional para promoção de parcerias público-privadas e a redução de barreiras comerciais para sementes oleaginosas e seus produtos, bem como o fomento ao intercâmbio tecnológico para aumentar a produtividade e facilitar a cooperação científica.
A Índia, maior importadora de óleos comestíveis do mundo, recebe anualmente cerca de 15 a 16 milhões de toneladas desse produto. O óleo de soja, com aproximadamente 4 milhões de toneladas, é parte fundamental desse montante, sendo a maioria proveniente da América Latina. O Brasil ocupa a segunda posição no ranking de fornecedores de óleo de soja para a Índia, contribuindo com 39,5% do total importado no período de janeiro a setembro deste ano. A Argentina lidera como principal exportadora para a Índia, respondendo por aproximadamente 50% do volume importado. A parceria entre o Brasil e a Índia no setor de óleo de soja promete fortalecer ainda mais esses laços comerciais e impulsionar o intercâmbio entre as duas nações.

Estimado usuário.
Preencha o formulário abaixo para remeter a página.
O Portal do Conteúdo Agropecuário.

Aguarde….


Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.

source
Fonte: Agrolink

Publicar comentário