×

Vem aí um “calorão”?

Vem aí um “calorão”?

Ou entre pelo seu:

Facebook ou Google

Informações divulgadas pela Bolsa de Cereais de Buenos Aires (BCBA), os ventos tropicais causarão temperaturas máximas muito elevadas no norte e centro-leste do Brasil, com áreas de calor extremo, enquanto o sul terá registros menos intensos. No entanto, na maioria do País não deve chover.

“As precipitações permanecerão escassas na maior parte do Brasil, exceto por algumas áreas com registros moderados a abundantes no oeste da Amazônia, leste de Minas Gerais e grande parte do sul, que receberá contribuições mais generosas. O processo será concluído com uma entrada moderada de ventos do sul, resultando em uma queda térmica, com registros bem abaixo do normal no sul, embora sem risco de geadas”, comenta.

Na Argentina, são esperadas precipitações sobre o norte da área agrícola, enquanto as temperaturas permanecerão um pouco abaixo do normal devido à entrada de ar polar nos dias anteriores. “No entanto, os ventos tropicais retornarão com vigor, reativando uma onda de calor no norte da área agrícola, enquanto o centro e o sul terão registros moderados. A faixa atlântica receberá ventos marítimos, resultando em valores abaixo da média sazonal”, indica.

“No meio da fase, um frente de tempestade passará, causando precipitações com distribuição espacial desigual. Uma faixa terá registros moderados a muito abundantes sobre o leste do NOA, sul da Região do Chaco, nordeste da Região Pampeana, centro e sul da Mesopotâmia e a maior parte do Uruguai. No entanto, a maior parte do Paraguai, norte da Mesopotâmia, grande parte de Cuyo e muita da Região Pampeana terão registros escassos a nulos, exceto por um foco de valores moderados no sul de Buenos Aires. Junto com o frente, uma massa de ar polar causará uma queda térmica, afetando especialmente o sul da área agrícola, com risco de geadas tardias localizadas nas Serranias Bonaerenses, enquanto o norte terá valores mais moderados”, conclui.

Estimado usuário.
Preencha o formulário abaixo para remeter a página.
O Portal do Conteúdo Agropecuário.

Aguarde….


Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.

source
Fonte: Agrolink

Publicar comentário