×

Exército ucraniano estabelece presença militar em região próxima à Crimeia

Exército ucraniano estabelece presença militar em região próxima à Crimeia

Encontre matérias e conteúdos da Gazeta do Povo
O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.
O Exército da Ucrânia conseguiu estabelecer uma presença consolidada na margem oriental do rio Dnipro, na província meridional de Kherson, completamente controlada até poucas semanas atrás pela Rússia.
A informação foi confirmada pelo chefe do gabinete presidencial ucraniano, Andriy Yermak, em um discurso proferido nesta segunda-feira (13) no Instituto Hudson, em Washington, e reproduzido nesta terça-feira (14) no site da presidência ucraniana.
“Contra todas as probabilidades, a Ucrânia estabeleceu um posto avançado na margem esquerda (oriental) do Dnipro”, disse Yermak, na primeira confirmação explícita por parte de um funcionário de alto escalão da presença militar das Forças Armadas ucranianas naquele local.
“Passo a passo, estamos desmilitarizando a Crimeia”, acrescentou o chefe do gabinete presidencial, devido à proximidade da margem leste do Dnipro e a entrada da península da Crimeia, ocupada pela Rússia desde 2014.
Yermak – que é considerado o braço direito do presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky – afirmou também que a contraofensiva da Ucrânia está em pleno desenvolvimento e que “Zelensky tem um plano claro” para alcançar uma vitória sobre a Rússia, que permitirá a libertação de todo o território da Ucrânia.
Blogueiros militares russos e observadores independentes do conflito, como o Instituto americano para o Estudo da Guerra, escrevem há semanas sobre a presença do Exército ucraniano na margem oriental do Dnipro.
Vários porta-vozes de Kiev, inclusive Zelensky, confirmaram indiretamente a presença ucraniana na margem leste do Dnipro, em Kherson, para onde a Rússia recuou há um ano devido ao impulso da primeira contraofensiva ucraniana.
A Ucrânia está confiante de que o fato de ter atravessado a barreira natural que o rio representava lhe permitirá reativar suas ações militares na região. Até o momento, as operações tinham se concentrado em quebrar as defesas russas em Bakhmut (leste) e Zaporizhzhya (sudeste), onde o Exército ucraniano não teve progressos significativos. (Com agência EFE)
Máximo de 700 caracteres [0]
Apenas assinantes podem salvar para ler depois
Saiba mais em Minha Gazeta
Você salvou o conteúdo para ler depois
As notícias salvas ficam em Minha Gazeta na seção Conteúdos salvos. Leia quando quiser.
Encontre matérias e conteúdos da Gazeta do Povo
Carregando notificações
Aguarde…
Os recursos em Minha Gazeta são exclusivos para assinantes
Saiba mais sobre Minha Gazeta »

source
Fonte: Gazeta do Povo

Publicar comentário