×

Lula diz a presidente de Israel que governo prepara nova lista de brasileiros para deixar Gaza

Lula diz a presidente de Israel que governo prepara nova lista de brasileiros para deixar Gaza

Encontre matérias e conteúdos da Gazeta do Povo
O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conversou na tarde desta quinta-feira (16), por telefone, com o presidente de Israel, Isaac Herzog. O mandatário agradeceu o apoio israelense para a repatriação de 32 cidadãos brasileiros da Faixa de Gaza e informou que o governo está preparando uma nova lista. Segundo o Palácio do Planalto, Herzog afirmou que serão feitos todos os esforços para que esses cidadãos possam sair de Gaza com a devida rapidez.
Os dois conversaram por cerca de 40 minutos. O presidente israelenses pediu que Lula se articule com outros países da América Latina para reforçar o apelo de libertação dos reféns levados pelo Hamas. O conflito entre Israel e Hamas começou no dia 7 de outubro, após o grupo extremista realizar uma série de ataques terroristas ao território israelense.
“Além de se comprometer com o pedido, o presidente Lula recordou que já fez apelos pela libertação de todos os reféns em contatos mantidos com vários líderes do Oriente Médio (Irã, Emirados Árabes, Turquia, Catar, Egito, Autoridade Palestina), além de França, Rússia e Índia. Informou ter realizado videoconferência com familiares israelenses dos reféns”, disse o governo, em nota.
Durante a conversa, Lula disse repudiar atos de antissemitismo e reiterou o empenho do governo brasileiro para coibir essas manifestações. “Relembrou que o Brasil esteve envolvido com a criação do Estado de Israel e continua convencido da importância da solução de dois Estados, com Israel e Palestina vivendo lado a lado, com fronteiras seguras e mutuamente aceitas”, disse o Planalto.
O presidente também “manifestou grande preocupação com a gravíssima crise humanitária em Gaza e consternação com a perda de vidas, em particular de crianças”. Após a repatriação do grupo de brasileiros de Gaza, Lula subiu o tom contra Israel. “Se o Hamas cometeu um ato de terrorismo, o Estado de Israel está cometendo mais um ato de terrorismo ao não levar em conta que as crianças não estão em guerra, que as mulheres não estão em guerra. Ao não levar em conta que eles não estão matando soldados, eles estão matando junto crianças”, disse a petista durante a recepção dos repatriados.
Máximo de 700 caracteres [0]
Apenas assinantes podem salvar para ler depois
Saiba mais em Minha Gazeta
Você salvou o conteúdo para ler depois
As notícias salvas ficam em Minha Gazeta na seção Conteúdos salvos. Leia quando quiser.
Encontre matérias e conteúdos da Gazeta do Povo
Carregando notificações
Aguarde…
Os recursos em Minha Gazeta são exclusivos para assinantes
Saiba mais sobre Minha Gazeta »

source
Fonte: G Bahia

Publicar comentário