×

Chile na vanguarda com trigo tolerante à seca

Chile na vanguarda com trigo tolerante à seca

O trigo geneticamente editado, desenvolvido para resistir à seca, passará por pesquisa em laboratório de 2024 a 2025
Estimado usuário.
Preencha o formulário abaixo para remeter a página.
As mudanças climáticas apresentam um cenário crítico, com previsões de secas severas impactando 30% da área global de trigo até 2030 e 60% até o final do século. O Chile, enfrentando secas mais frequentes, busca soluções inovadoras na agricultura, especialmente na produção de trigo, crucial para a segurança alimentar nacional. 

Diante da redução de rendimentos e aumento de preços devido à seca, o país está focado no desenvolvimento de variedades de trigo mais resistentes. A empresa chilena Tecnologias Neocrop lidera pesquisas de trigo geneticamente editado para resistir à seca, utilizando uma plataforma avançada que combina edição genética com CRISPR. 
O projeto, apoiado pela Fundação para a Inovação Agrária (FIA), representa um avanço significativo na biotecnologia agrícola, com testes de campo previstos para 2026. A iniciativa visa enfrentar desafios climáticos e posicionar o Chile como líder na ciência agrícola na América Latina, impactando a sustentabilidade e segurança alimentar do país.
Atualmente, o trigo é o terceiro alimento mais cultivado globalmente, contribuindo com 20% das calorias e proteínas consumidas mundialmente. No Chile, é a cultura principal e a base significativa da dieta nacional. “Em 2021, iniciamos o primeiro projeto de trigo editado pela Neocrop, que envolve linhas editadas derivadas de variedades comerciais de trigo chileno e argentino. O objetivo é aumentar a quantidade de fibras, um componente saudável procurado pela indústria. Em termos simples, isso possibilitaria a produção de farinha para pão branco (com sabor aceito pelos consumidores), mas com maior teor de fibras, superando até mesmo o pão integral ou preto. Essas linhas serão submetidas a testes de campo na próxima temporada de 2024”, disse Daniel Norero, COO e cofundador da NeoCrop Technologies.

O trigo geneticamente editado, desenvolvido para resistir à seca, passará por pesquisa em laboratório de 2024 a 2025, com previsão de testes de campo oficiais por volta de 2026 no Chile e na Argentina. A Neocrop busca aprimorar características agronômicas, como nutrição, resiliência climática e resistência a doenças, visando reduzir ou eliminar o uso de insumos. Diante das mudanças climáticas e do deslocamento da fronteira agrícola no Chile, a empresa acredita que suas inovações contribuirão para cultivar variedades mais adaptadas, fortalecendo a segurança alimentar de forma sustentável e evitando escassez e aumento de preços.
 
2023, Todos os direitos reservados
Faça o cadastro GRATUÍTO e tenha acesso a milhares de informações relevantes do Agronegócio, e entre na maior comunidade do Agropecuária do Brasil.
Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.

source
Fonte: Agrolink

Publicar comentário